Ir para o conteúdo Pule para a barra lateral Pular para o rodapé
Banner_728x90px
Banner_728x90px

Ministra que afastou Paulo Dantas negou 143 habeas corpus a Lula


A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que determinou o afastamento do governador Paulo Dantas (MDB), virou notícia nacional em 2018 quando negou, de uma única vez, 143 habeas corpus em favor de Lula (PT).

Na época, Lula estava preso em desdobramentos da Operação Lava-Jato e tentava deixar a prisão para concorrer nas eleições. Na decisão, Laurita justificou que todos os pedidos eram com redação padronizada sob o subtítulo ‘Ato Popular’ e sem nenhum substrato jurídico adequado.

A ministra já havia criticado a decisão do desembargador federal Rogério Favreto, que concedeu liminar para soltura de Lula durante um plantão judicial. Laurita destacou que Rogério não tinha competência no caso em questão e defendeu Sérgio Moro por não cumprir de imediato a ordem de soltura.

Agora, Laurita Vaz atende ao pedido da Polícia Federal de afastar Paulo Dantas do cargo por 180 dias. O governador de Alagoas é um dos aliados da candidatura de Lula à presidência e tem aparecido junto ao petista em diversas ocasiões.

Para Renan Calheiros (MDB), a correlação entre os casos e o posicionamento da ministra estão evidentes. “Foi parar no STJ por uma armação de Lira e lá perambulou por vários gabinetes até cair nas mãos certas da ministra bolsonarista Laurita Vaz, que não tem competência para o caso”, criticou o senador.

What's your reaction?
0Smile0Lol0Wow0Love0Sad0Angry

Deixe um comentário