Ir para o conteúdo Pule para a barra lateral Pular para o rodapé
Banner_728x90px_PRORROGADO
Banner_728x90px_PRORROGADO

Maceió é a melhor capital do Nordeste com desempenho na Atenção Primária da Saúde

A Prefeitura de Maceió segue avançando na melhoria da qualidade de assistência em saúde da população. Graças a esse empenho, o prefeito JHC, recebeu nesta quarta-feira (5), a visita institucional de representantes do Ministério da Saúde que chegaram à capital alagoana devido ao excelente desempenho no Previne Brasil, programa de financiamento da Atenção Primária do Ministério da Saúde. De acordo com o órgão ministerial, Maceió está em 1° lugar no Nordeste entre as capitais e 4º no Brasil entre os melhores desempenhos dentro do programa, que mede a qualidade da Atenção Primária.

“Em Maceió, tínhamos 27% de cobertura de Estratégia em Saúde da Família e junto ao Ministério conseguimos credenciar novas Equipes de Atenção Primária [eAPs] e passamos para 52% e buscamos agora passar nos 70% de cobertura. Não só o aumento dessas equipes, mas também diversos avanços alcançados pela gestão, com novos programas, nos ajudou a chegarmos até aqui”, avalia o prefeito de Maceió.

JHC ressaltou, ainda, as ações desenvolvidas pela Prefeitura de Maceió para aproximar os serviços de saúde da população.

“O aumento desses indicadores é uma realidade. Nós somos a capital mais eficiente em vacinação e me orgulho disso, que só é possível graças a parceria com o Ministério da Saúde. Nossa gestão trouxe também o Remédio em Casa, o Saúde da Gente, que leva atendimento a comunidades vulneráveis, o Corujão da Saúde, o lançamento do Pronto, com agendamento online de consultas e exames e a despolitização dos postos, nomeando servidores efetivos para cargos de gerência”, cita o prefeito sobre os principais avanços em saúde da capital.A secretária de Saúde de Maceió, Célia Fernandes, comemora a conquista da capital. “É uma felicidade estarmos aqui comemorando mais esse avanço para a nossa saúde. Desde o começo da gestão do prefeito JHC estamos junto aos servidores, ouvindo suas necessidades e buscando melhorar sempre. Sempre acreditamos na capacidade dos nossos profissionais e hoje colhemos o resultado desse empenho e estamos avançando cada vez mais”.

Ministério da Saúde destaca bom desempenho da capital

Raphael Parente, secretário Nacional da Atenção Primária do Ministério da Saúde, destaca o excelente desempenho da capital nesses indicadores.

“Viemos até aqui para parabenizar por essa colocação. Além de parabenizar, viemos aqui para entender as estratégias que levaram Maceió a galgar tantas posições e chegar a esse resultado. Parabenizo não só o prefeito e a secretária de saúde, mas também todos os profissionais de todas as Unidades Básicas de Maceió”, destaca.

Maceió obteve como o indicador sintético final (ISF) > 9, e foi referência nacional dentre os municípios de Alagoas de porte Capital, resultado obtido no primeiro quadrimestre de 2022 do Programa Previne Brasil.

Além de Raphael Parente, também visitaram a capital, Davi Lima Valente, Coordenador da Assessoria Institucional da Atenção Primária à Saúde; Pedro Renato dos Santos, Assessor da Assessoria Institucional da Atenção Primária à Saúde e demais integrantes da Equipe técnica.

Apresentação da estrutura de Maceió

A coordenadora de Atenção Primária de Maceió, Ednalva Araújo, apresentou para os presentes a estruturação da Rede de Atenção à Saúde e destacou que o destaque da capital pelo bom desempenho representa um esforço de todos os profissionais para mudar a realidade e aumentar os indicadores de saúde.

“O Previne Brasil como nova ferramenta de financiamento amplia o atendimento à população e a parceria da Atenção Primária com setores de Tecnologia da Informação com a informatização de prontuários e procedimentos, capacitação contínua dos profissionais, parcerias com universidades, contribuem bastante para o resultado que alcançamos hoje. Essa destaque é um incentivo importante para a gestão e profissionais que trabalham na ponta, é um trabalho sistemático e feito corpo a corpo em busca dos melhores resultados”, explica Ednalva Araújo.

Sobre o Previne Brasil

O Programa Previne Brasil traz um novo modelo para o financiamento da Atenção Primária no Sistema Único de Saúde (SUS). Ele foi criado por meio da Portaria nº 2.979, de 12 de novembro de 2019. Esse novo modelo de financiamento altera algumas formas de repasse das transferências para os municípios, que passam a ser distribuídas com base em três critérios: captação ponderada (modelo de remuneração calculado com base no número de pessoas cadastradas), pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas.

Os atributos da Atenção Primária (APS) são fortalecidos pelo Pagamento por Desempenho do Programa Previne Brasil, o que induz o aprimoramento dos processos de trabalho e qualificação dos resultados de saúde, além de otimizar aspectos como periodicidade e método da avaliação. Exemplo disso é que, por meio do monitoramento desses indicadores, podem ser avaliados os acessos, a qualidade e resolutividade dos serviços prestados pelas eSF/eAP, fornecendo subsídios para medidas de aprimoramento das ações e dando mais transparência aos investimentos na área da saúde para a sociedade.

What's your reaction?
0Smile0Lol0Wow0Love0Sad0Angry

Deixe um comentário